Passar para o Conteúdo Principal
Partilha
Hoje
Hoje
Amanhã
Amanhã
Menu

MACEDO DE CAVALEIROS HOMENAGEIA FILHOS DA TERRA

Macedo de Cavaleiros
3 1 980 2500
30 Junho 2017

Personalidades e instituições do concelho homenageados no Dia do Município. Presidente Duarte Moreno destacou a presença de Macedenses e todo o país e no mundo, que faz alargar as fronteiras geográficas do concelho a todo o globo.

O dia era de Feriado Municipal, em honra de São Pedro, e, por isso, dia de festa em Macedo de Cavaleiros. De entre as diferentes atividades previstas, tais como a Eucaristia, Procissão, a cerimónia anual dos Bombeiros Voluntários e do aguardado cortejo de viaturas, o dia era Dia do Município. Esta quinta-feira, dia 29 de Junho, o dia foi de homenagear personalidades e instituições do concelho, de afirmar a resiliência dos Macedenses e dizer: “Obrigado!”.

Assembleia e Câmara Municipal voltaram destacar aqueles que por força do seu trabalho, de cariz particular ou público, contribuem para uma economia mais forte ou uma sociedade melhor, mais equilibrada e justa. De entre regulamento próprio, a Assembleia Municipal destacou 5 categorias, com atribuição da Medalha de Mérito Municipal, e a Câmara Municipal, no quadro do regulamento das distinções honoríficas do concelho, atribuiu a Medalha de Honra do Município a duas instituições religiosas.

Medalha de Mérito Municipal:

Desporto, Cultura e Artes
António Joaquim Fernandes “Roberto Leal”
Empreendedorismo e Atividades Económicas
Jorge Manuel Monteiro Pereira (Armazéns da Santa, Mercearias, SA)
Ação Social e Associativismo
Agrupamento 602 do Corpo Nacional de Escutas de Macedo de Cavaleiros
Atividade Académica e Científica
Fernanda Maria Pires Ledesma
Personalidade que se destacou em diversas causas relevantes para a comunidade
Artur Osório Morais de Araújo

Medalha de Honra do Município:

Servas Franciscanas Reparadoras de Jesus Sacramentado
Congregação dos Marianos da Imaculada Conceição, Comunidade de Balsamão
O Presidente da Câmara Municipal, Duarte Moreno, na sua intervenção, reforçando também as palavras anteriormente proferidas pelo Presidente da Assembleia Municipal, António Afonso, destacou que Macedo de Cavaleiros ultrapassa as fronteiras geográficas do concelho: “Estamos aqui, orgulhosamente aqui, no meio de Trás-os-Montes, mas muitos de nós estão no mundo. Não é por isso que deixam de ser Macedenses, porque esta nossa Terra não é só terra. É a forma de estar e de sentir das nossas gentes. A modernidade inventou agora a palavra Resiliência. Sem a proferirmos, já há muito a vivíamos.”

Referindo-se a uma história “de criação e de resistência, de respeito pelo outro e de respeito próprio”, o autarca acrescentou que: “Nunca ninguém nos deu nada, por isso tanto valorizamos aquilo que é nosso.” Como tal, refere, “nos dias de hoje, no mundo que vivemos, desafios não faltam”, assim como, continua: “quem nos queira adormecer e amolecer. Entregar-nos a um fatalismo que nos pode exaurir do nosso património interior, não fará de nós melhores.”

Duarte Moreno reafirmou o caminho de desenvolvimento de Macedo de Cavaleiros, reforçando o orgulho das gerações “alimentado por uma autoestima bairrista, mas planeada, com visão”, evidenciando “Macedo de Cavaleiros como uma terra de oportunidades; terra onde todas as condições estão diariamente a ser criadas para que todos possam agarrar as suas oportunidades.” O Presidente da Câmara Municipal reafirmou o caminho de crescimento sustentado: “estamos hoje melhores e temos as condições criadas para continuar neste rumo. Somos, de facto, uma terra de oportunidades. Saibamos aproveitá-las, avaliando-as de forma desempoeirada e moderna, empreendendo, inovando, captando mais investimento, mais pessoas. Esta é uma missão em que temos investido, por vezes de forma pouco visível, envolvendo outros agentes do território e até de fora do território.”

E num percurso difícil como tem sido o de Macedo de Cavaleiros ao longo da sua história, Duarte Moreno, voltou a reafirmar uma “resiliência motivada que também se alimenta de momentos de reflexão e do exemplo de alguns dos nossos melhores e neles encontrarmos motivações para continuarmos no nosso caminho. E nos Macedenses que hoje [quinta-feira] homenageamos, encontramos esses exemplos, essa resiliência e essa motivação para continuarmos a crescer enquanto pessoas e a desenvolvermo-nos enquanto território de oportunidades e futuro.”

Voltar